17/03/2021

O que sabemos sobre a adesão aos aparelhos orais?

Por lbotler

A terapia eficaz em longo prazo é essencial para o controle da apneia obstrutiva do sono (AOS) e prevenção de comorbidades. Pacientes com AOS são freqüentemente relatados como mais receptivos à terapia com aparelhos orais do que a pressão positiva nas vias aéreas (PAP). O uso de aparelhos orais agora pode ser registrado objetivamente por microssensores de temperatura. Estudos usando chips de microssensores comercialmente disponíveis relataram dados até 1 ano, com altas taxas de aderência (> 80%), embora em pequenas amostras. Há oportunidade de usar ainda mais essa tecnologia para entender os fatores e padrões de adesão individuais e na obtenção de medidas objetivas da eficácia do tratamento, particularmente para resultados de saúde de longo prazo e permitir a comparação com PAP.