10/04/2021

Nova organização para acompanhamento e avaliação da eficácia do tratamento na apnéia do sono

Por lbotler

A apneia obstrutiva do sono (AOS) é uma doença altamente prevalente e há uma maior demanda por diagnóstico e tratamento de AOS. No entanto, os recursos são limitados em comparação com as necessidades crescentes de diagnóstico e tratamento da AOS, e estratégias alternativas precisam ser desenvolvidas para otimizar a via clínica da AOS. Nesta revisão, propomos uma estratégia de tratamento para AOS e, em geral, para os distúrbios respiratórios do sono, a ser implementada desde o diagnóstico até o acompanhamento. Para tanto, as melhores opções atuais parecem ser: 1) networking em diferentes níveis de atenção, desde médicos primários até laboratórios de sono especializados; e 2) uso de telemedicina. A telemedicina pode contribuir para o melhor custo-benefício do manejo da AOS durante as fases diagnóstica e terapêutica. Contudo, embora a tecnologia já esteja em vigor e diferentes plataformas comerciais estejam em uso, ainda não está claro como usar a telemedicina de forma eficaz no campo do sono. A aplicação da telemedicina para titulação do tratamento com pressão positiva nas vias aéreas, acompanhamento para melhorar a adesão ao tratamento por meio da identificação precoce e solução de problemas e teleconsulta parecem ser áreas promissoras para um melhor manejo da AOS.