Tratamento bem sucedido de extremamente grave apneia obstrutiva do sono com um aparelho Dental.

Haviv Y1, L2 Kamer, Sheinfeld R3, Almoznino G1, Bachar G4, 5.

Resumo

Um aparelho dental para apneia obstrutiva do sono (aos) é recomendado para pacientes que não podem ajustar para tratamentos de (CPAP) de pressão.

OBJETIVOS:

Para descrever pacientes com OSA extremamente grave que foram tratados com êxito com um aparelho dental e comparar suas características com a literatura relevante para identificar características clínicas associadas com um bom resultado.

MÉTODOS:

Os dados clínicos, gestão e resultados de três pacientes com um índice de apneia-hipopneia (IAH) de > 80 que mostraram melhora clínica após o tratamento com um aparelho dental foram coletados retrospectivamente de relatórios de laboratório de sono em Israel sobre um período de 3 anos.

RESULTADOS:

Os pacientes incluídos um homem e duas mulheres, com idades entre 33, 56 e 61 anos, respectivamente. O diagnóstico de OSA baseou-se na polissonografia e exame clínico. Valores AHI na apresentação foram 81, 83 e 84, respectivamente. Tratamento com um aparelho dental (Herbst® ou MDSA®) foi proposto devido à não-conformidade paciente com CPAP. Acompanhamento de polissonografia com o aparelho dental revelou uma redução o AHI 1.7, 10,7 e 11, respectivamente. Todos os pacientes tinham OSA supino e uma mandíbula retrognatica, os quais foram encontrados para ser associados com um bom prognóstico para tratamento com um aparelho dental.

CONCLUSÕES:

Aparelhos dentários podem ser considerados uma opção de segunda escolha apropriada para tratar OSA grave em pacientes que são incompatíveis com o CPAP. Este estudo ajuda médicos identificar pacientes com OSA extremamente severa, que são apropriados para o tratamento do aparelho dental. Estudos em grande escala bem desenhados são necessários para chegar a conclusões definitivas.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *