A avaliação multislice CT de 128 fatias para o palato mole, palato duro e mandíbula em pacientes com síndrome de apneia hipoapneia obstrutiva do sono]

29/03/2016 0 Por lbotler

A avaliação multislice CT de 128 fatias para o palato mole, palato duro e mandíbula em pacientes com síndrome de apneia  hipoapneia obstrutiva do sono]

Su X, Zhang B, Su L, R Xu, Wu F, Li H, D. Peng

 

OBJETIVO:

Uma abordagem sobre o palato mole, palato duro e mandíbulaquanto a patogênese e o tratamento clínico de pacientes que tem síndrome de hipopneia obstrutiva do sono.

 

MÉTODO:

 

Haviam 52 pacientes com SAHOS diagnosticados pelo PSG e 32 casos de voluntários saudáveis normais no nosso hospital.
Todos os casos foram submetidos   a tomografia multislice CT 128 fatias das vias aéreas superiores.
Medimos os índices relacionados do palato mole, palato duro e mandíbula, em seguida, analizamos  as diferenças estatísticas entre eles e  a análise de correlação de Pearson com o índice de apneia hipoventilação (AHI), saturação de oxigênio do sangue média (MSaO2) no PSG.

 

RESULTADO:
Comparado com o grupo de controle, o comprimento do palato mole [(37.93 ± 5.20) mm VS (33.52 ± 4.25) mm] e a distância entre a mandíbula com vértebra cervical [(75.00 ± 7.10) mm VS (69.93 ± 5,58) mm] aumentou significativamente, mas a distância da borda posterior do palato duro à margem inferior da inclinação reduzida significativamente [(42.57 ± 4.52) mm VS (45.80 ± 2,94) mm, P < 0,01] em pacientes com SAHOS.
Cada medição associada AHI e MSaO2 não tinha nenhuma correlação significativa (P > 0,05).

 

CONCLUSÃO:
O palato mole, palato duro e mandibula são alguns dos fatores de risco importantes de SAHOS, e eles também têm o valor de referência para a escolha da operação de tratamento clínico.
Exame pré CT pode oferecer ajuda no tratamento da SAHOS.